Tathiana Pedroso's Blog

pensamentos, educação e arte

30 de abril de 2013

Filed under: Arte educação,histórias,Pensamentos... — tathianacores @ 14:35
Tags: , , ,

imagination

Quem conta um conto, respira um ponto

Regina Machado

A arte de contar histórias é uma paisagem com rios, colinas, vales e tesouros embaixo de árvores. Quero falar de um aspecto dessa paisagem que tem a ver com o que acontece muitas vezes quando converso com professores. Alguém me diz: – “Não sei contar histórias, por causa da minha timidez”. Ou: – “É só abrir um livro e ir contando”. Penso que essas falas não têm sentido. Qualquer pessoa pode descobrir um jeito de narrar, vivo e verdadeiro, se passear pela paisagem de uma história. As crianças perguntam ou fazem comentários? É seu modo de participar, não são interrupções. Faz parte da arte da narração saber acolher sua fala “sem perder o fio da meada”. Esse fio é a respiração do conto que nos guia até o fim. E como terminar? Existem muitos finais na tradição popular, é só procurar nos livros dos folcloristas brasileiros. “O que era de vidro quebrou-se, o que era de papel molhou-se, entrou por uma porta, saiu pela outra, o rei meu senhor que lhe conte outra”. E outros que podemos inventar, com estribilhos, um livro que se fecha lentamente, uma pergunta no ar, uma dança que fazemos juntos. É como se guardássemos aquele momento precioso de um modo especial, recolhendo as palavras que acabamos de pronunciar. Para que as crianças saibam que de novo podemos abri-lo, curiosos: que paisagem vamos visitar na próxima história? Assim cultivamos o maior de todos os segredos, um tesouro escondido nas profundezas da paisagem dos contos: quando percorremos uma boa história, passeamos pelos tesouros da nossa paisagem interior. Então ouviremos, caminhando pela história adentro, a nossa verdadeira voz. Mais do que nunca, hoje em dia, precisamos de vozes verdadeiras, que entoem para nossas crianças a cadência universal dos contos tradicionais, sábio sonho de um mundo melhor.

Regina Machado é Professora Doutora da ECA-USP (Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo)

Anúncios
 

encontramento 27 de agosto de 2011

Com muito orgulho sou a entrevistada do encontramento #3, um projeto da querida Emilie Andrade em seu blog (http://www.emilieandrade.blogspot.com/).

Me encontrei com essa mulher  em 2004 na faculdade e nossa parceria começou aí! Agradeço ao céu por essa oportunidade…Com ela conheci e aprendi muitas coisas e desde então minha vida se encheu de cores e sabores. Nada é por acaso e por isso digo e repito: somos uma dupla de duas! Duas mulheres em busca da palavra do mundo através das artes.

Vejam o trabalho lindo que ela faz no blog dela como atriz, como contadora de história e pesquisadora…Menina porreta que soube aproveitar todas as oportunidades que a vida lhe deixou na mão…Te admiro muito, nega!!!

 

 

arte não tem lugar… 23 de maio de 2011

Filed under: Pensamentos... — tathianacores @ 22:56
Tags: , , , , , , , , ,

TRABALHO DE LETICIA KAMADA

62º salão de abril de fortaleza

 

Cor 16 de outubro de 2010

O que é cor? De onde podemos retirar a cor na natureza? Existe a cor azul na natureza? Como uma cor fixa no papel? De onde os índios tiram as cores que pintam o corpo? Que cor combina com qual? Laranja combina com marrom? Vermelho é uma cor forte para colocar dentro de casa? Cor luz e cor pigmento? Cor tem sentimentos?

Cor na publicidade, cor na terapia, cor no ambiente, cor da pele…

 

Escrita corrida… 1 de julho de 2010

Filed under: Arte educação — tathianacores @ 16:00
Tags: , , , , , ,

“Eu nem sei como começar o texto, já esqueci o títulooooooo. Eu tô muito cansada, querendo dormir. Eita..

Eu espero que o curso, a professora está falando e eu dei risada… E ela continua falando. Eu ouço umas conversas lá fora. Elas não param de falar.

Eu espero do curso dinâmicas legais, oooooooooooooooooooo NG. ooooooooooo, coisas que possam ajudar a colocar nossa imaginação erooooooookjdbfieurt. Ai, meu Deus, não sei como dizer o resto da frase. A professora saiu da sala de aula uuuuuu. Ela voltou e eu coçei o nariz. Eu tô sem assunto. Nem sei como está o texto….. Acabou de novo o assunto. Bocejei, tô com sono. Estou pensando na hora da saída, chegar logo em casa e descansar. Calma ai que eu vou tentar escrever o que a professora pediu, mas não sei como nerhfbrkvbwhjregfryfbkn. ai, caramba orfkebvhrbieruuwr4975jks Bocejei de novo. Borboletinha, tá na cozinha…. Ai …..

Espero que tenha aulas legais, com dinâmicas que possam fortalecer a nossa imaginação e que possa saber lidar com ela, como podemos usá-la no dia-a-dia e na vida profissional. A professora falou um minuto e a orelha está coçando. Meu braço tá doendo, ai caramba! Bocejei de novo. Tô.”   A.J.S, 16 anos

 

Educar pela história 5 de junho de 2010

Você já tentou mudar o mundo com gritos e ninguém te ouviu? Isso te deixou nervoso(a) e inquieto(a), trazendo uma sensação de impotência?

Através da educação acredito que posso mudar meu mundo. Sei que não é um trabalho fácil! Mas para ser um educador tem que acreditar no que faz e gostar do que faz. Me espelho em muitos educadores e um deles é o Roberto Carlos Ramos. Assisti ao filme “O contador de histórias” e me vi na luta do dia-a-dia de um educador diferente; com outras armas para mudar a educação do país.

Vamos que vamos, educadores do Brasil!!!

Para conhecer o site do filme CLICK AQUI

 

HOJE E SEMPRE 17 de novembro de 2009

Filed under: Uncategorized — tathianacores @ 20:08
Tags: , ,

Caminhos de hoje…

Muitas vezes não conseguimos explicar com palavras o que é arte, mas sentimos…

Leticia e Lígia Kamada me fizeram sentir a arte-HOJE.

http://leticiakamada.wordpress.com/